Pequenos Incêndios por Toda Parte (Celeste Ng)

"As vezes é preciso queimar tudo e recomeçar"

Pequenos incêndios por todo parte é um livro que te cativa pela escrita. É uma delicia de ser ler, parece que uma amiga esta te contando uma história e é impossível largar o livro.

Logo no inicio do livro ficamos sabendo que a casa da família Richardson esta em chamas, e que foram encontrados vários pequenos focos de incêndio na residencia. O mais assustador é que ficamos sabendo que a responsável é Izzy, a filha mais nova do casal.  O livro volta algumas semanas para entendermos o que aconteceu e porque uma menina ia colocar fogo na própria casa.

A família Richardson é composta por Helena, seu marido  e quatro filhos adolescentes: Lexie, Trip, Moody e Izzy. Eles vivem em  Shaker Heights, uma cidade "perfeita", cheia de regras que vão garantir a ordem e a harmonia no local. As casas precisam ter o mesmo padrão de cores, ter a grama aparada na altura certa, deixar o lixo somente na parte de trás da casa e próximo a hora de coleta etc. São regras impostas pela prefeitura que visa garantir uma cidade perfeita tanto esteticamente quanto no funcionamento das coisas.

"Era como uma obra de arte, e a arte não deve ter boa aparência, mas sim fazer a gente sentir alguma coisa."

Além da mansão em que vivem, os Richardson possuem uma outra casa, menor, que costumam alugar e nossa historia começa com a chegada de novas inquilinas. Trata-se me Mia Warren e de sua filha de quinze anos, Pearl. Mia e Pearl são o oposto de todos os moradores de Shaker Heights, elas não possuem regras e sempre viveram como nômades, se mudando de cidade em cidade. Mia é fotografa e artista plastica, mas arruma empregos para completar a renda.

Assim que chegam na cidade, Pearl faz amizade com Moddy e posteriormente com Lexie e Trip. Assim a garota passa a frequentar a casa dos Richardson e se encanta com a forma como eles vivem e com a família perfeita que eles tem.  Dos filhos dos Richardson, Izzy é a mais "diferente". Ela não se dá com os irmãos nem com os pais, mas acaba se aproximando muito de Mia. Izzy sonha em ter a vida de Pearl, enquanto Pearl sonha em ter a vida de Izzy.

A historia ganha um drama maior quando uma moça chinesa abandona seu bebê num corpo de bombeiros por não ter condições de cuidar dela. A bebê é adotada por um casal de Shaker Heights, a melhor amiga de Helena, que a dez anos tenta sem sucesso ter um filho. Só que a mãe biológica arruma um emprego (onde Mia trabalha) e se arrepende de ter abandonado a filha e decide lutar para te-la de volta, levando o caso aos tribunais. 

Durante a leitura vamos acompanhando a vida desses personagens de uma forma que é impossível parar de ler. Os conflitos da adolescência, os dramas familiares, segredos que aos poucos vão sendo revelados e temas delicados e polêmicos, tem de tudo um pouco nesse livro.

A autora desenvolve muito bem as histórias e consegue amarra-las todas no final.


Nenhum comentário:

Postar um comentário