A ILUSÃO DO TEMPO (Andri Snaer Magnason)

"Ela queria ver os dias cinzentos para compreender os dias ensolarados".

Um livro simplesmente MA-RA-VI-LHO-SO. Ainda me pergunto como eu demorei tanto para ler esse livro.

A Ilusão do tempo é um livro que é impossível de largar, a história te prende de um jeito que você simplesmente não consegue parar de ler. Já imaginou se fosse possível parar o tempo? Se amanhece um dia de chuva e você não gosta de chuva, não seria maravilhoso se você pudesse pular esse dia e ir direto para um dia de sol? Viver apenas os dias bons e pular os dias ruins. Seria incrível não é?

Não sabemos onde a história se passa (qual país) e nem em que ano, mas dá a entender que é no futuro. Existe uma crise econômica que esta abalando a nação, todo mundo esta muito preocupado e as noticias não são boas. Vitória é uma criança que vê seus pais não desgrudarem dos noticiários da tv, embora ela não entenda sobre a crise, ela sabe que é grave.

Na tv ela vê o comercial das caixas TIMAX, um produto que esta fazendo o maior sucesso. Consiste em uma caixa preta onde a pessoa entra e o tempo simplesmente para. A pessoa pode programar para quando quer que a caixa se abra e quando isso acontecer o tempo para ela volta a correr de onde passou. Ou seja, a pessoa pode ficar dez anos na caixa e quando ela se abrir a pessoa volta, seu corpo não terá envelhecido nenhum segundo, pois dentro da caixa o tempo não existe. Para a pessoa que esta na caixa o tempo passa num piscar de olhos, no momento que a tampa se fecha, logo em seguida ela se abre. A pessoa não percebe quanto tempo passou.

Assim como a maioria das pessoas, os pais de Vitória decidem comprar três caixas TIMAX e ficarem lá até que a crise passe. Eles programam a caixa para se abrir quando a situação econômica do país melhorar e entram, cada um em uma caixa. Um momento depois a caixa de Vitoria se abre, e ela sai. Vitoria não sabe quanto tempo passou, mas sua casa,  assim como o bairro esta coberto por vegetação e animais e seus pais ainda continuam na caixa. Vitoria tenta encontrar uma chave para abrir a caixa dos pais, mas acaba encontrando um menino que a leva até Rosa, uma senhora que esta cuidando de algumas crianças que também acabaram saindo de suas caixas.  Vitoria, assim como as outras crianças, querem saber o que esta acontecendo, mas Rosa começa a contar uma história sobre um reino, e aos poucos as crianças vão entendo a ligação entre a história e a realidade em que estão vivendo.

"O ar ficou limpo e não se via mais fumaça de aviões atravessando o céu. Eu comecei a plantar batatas e a pescar para comer. O rio não estava mais poluído e os salmões vinham pulando para a minha rede. A Terra despertou quando as pessoas lhe deram um sossego de todo aquele lixo de antes. E eu tive paz para pesquisar a história de Obsidiana".

A história fala de uma época muito remota, onde o mundo todo era uma terra só chamada de Pangeia. Os reis do passado haviam  aprendido com três irmãs a domar os animais com encantamentos, mas elas os avisou para nunca usar os animais contra os humanos.
O atual Rei, Dímon, se apaixonou e se casou com uma bela mulher que acabou morrendo quando deu a luz a filhinha deles. O Rei ficou profundamente triste com a morte de sua mulher, mas decidiu dedicar sua vida para fazer sua filha, Obsidiana, feliz. Ele resolveu que daria o mundo para ela, e saiu em batalhas conquistando territórios para dá-los a Obsidiana. Os anos iam passando e Obsidiana era cuidada ao máximo no palácio pelos criados, ela tinha tudo o que queria, mas não podia ter amigos pois ninguém era digno dela. O Rei pouco via sua filha, pois passava a maior parte do tempo em guerra para conquistar o mundo.

"Não é possível conquistar o mundo, sem conquistar o tempo".

Quando ele retornou para casa, após conquistar o mundo inteiro, Obsidiana já tinha 14 anos e ele percebeu como o tempo havia passado e como ele continuaria passando. Obsidiana era uma jovem linda, mas logo o tempo passaria e ela acabaria envelhecendo, perdendo a beleza e por fim morrendo. O Rei então, decidiu lançar um desafio ao povo, ele prometeu que daria metade do reino para quem conseguisse trazer uma solução que deixasse Obsidiana jovem para sempre, ou seja, ele queria parar o tempo.

Muitos apareceram com ideias absurdas, atá que alguns anões chegaram trazendo uma arca, que foi feita com fios de teia de aranha tão bem unidos que nada podia entrar ali, nem mesmo o tempo. Os anões demonstraram que a arca preservava o que estava dentro dela, pois ali o tempo não existia.

Obsidiana passou a ficar na arca a maior parte do tempo, ela só podia sair quando o dia estivesse muito bonito, sem nuvens e sem possibilidade de ventos e chuvas, ou seja, o dia tinha que ser digno da presença dela. Logo, Obsidiana já estava com mais de 30 anos, mas ainda tinha a aparência de 14. Estando fora da arca por apenas um ou dois dias por ano, a princesa poderia viver por milhares de anos. Ela ficou conhecida como a Princesa Eterna e era idolatrada pelo povo.

"Mas é possível chorar mesmo com o sol brilhando lá fora - disse ela - e rir num dia de chuva e ventania".

Não vou continuar contando porque não quero dar spoilers, mas é uma história tão fascinante e encantadora, mas é ao mesmo tempo é uma alfinetada na nossa vida. Assim como o Rei Dímon, muitas pessoas ficam tão preocupadas em ter as coisas, em acumular coisas que não vêem a vida passar. Quantas  vezes você não quis que o dia tivesse mais de 24 horas porque não consegue fazer tudo o que precisa? Outro ponto interessante é que quando as coisas estão ruins as pessoas entram na arca e decidem ficar lá até que tudo passe. Estão simplesmente fugindo dos problemas, mas se todo mundo entrar na caixa como os problemas vão ser resolvidos?. Ninguem quer ter responsabilidade por nada, se a coisa esta ruim é só entrar na caixa e esperar até que alguém resolva. 

"As pessoas estavam em uma corrida contra o tempo, tentando acumular tantas coisas e tanto lixo quanto pudessem. Destruíram tudo o que havia de belo e agora elas se fechavam dentro de sua própria idiotice."

A Ilusão do Tempo é uma fábula encantadora que merece ser lida e relida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário