A continuação de A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA


Quem me acompanha aqui no blog ou no canal sabe que A guerra que salvou a minha vida foi um dos meus livros favoritos de 2017. Pra quem ainda não viu clique aqui para ler a resenha ou vá na sessão "vídeos" no menu ao lado para ver a vídeo resenha.

A história da pequena Ada encantou muita gente e a Dark Side acaba de anunciar o lançamento da continuação da história que se chamará A guerra que me ensinou a viver.

Após sofrer maus tratos na infância, Ada finalmente tem seu pé operado e se muda com o irmão Jamie, a guardiã Susan e Lady Thorton para um chalé a fim de recomeçar sua vida.

A guerra se intensifica e Ada tem que lidar com as adversidades que isso impõe, como o racionamento de alimentos e os sacríficos que todos devem fazer. Uma nova personagem chega, trata-se de Ruth uma garota judia e alemã, que gera uma comoção no chalé. Seria ela uma espiã disfarçada? Ou uma aliada em meio a calamidade?

Mais uma vez, Kimberly Brudaker Bradley conquista com sua narrativa carregada de sensibilidade. Seu registro historicamente preciso revela o conflito armado pela perspectiva de uma criança, além de lançar luz sobre a atual crise de refugiados, a maior desde a guerra de Hitler, que já obrigou milhões de pessoas a deixarem seus lares em busca de paz.

Discutindo assuntos delicados com ternura, a autora guia o leitor por uma jornada que mostra a beleza dos pequenos gestos. E, ao revelar as camadas de seus personagens, apresenta uma história sobre amadurecimento e aceitação - principalmente para Ada que precisa aprender a acreditar. Acreditar em sua família e em si mesma. Na resiliência que vem da dor. Na superação que vem do medo. Na empatia que reacende a humanidade. E no amor, é claro. Em sua forma mais pura e sincera.

O lançamento do livro será dia 26 de fevereiro, mas você já pode encomendar o seu por pré venda na Amazon, basta clicar no link abaixo

Nenhum comentário:

Postar um comentário