Resenha: O MISTÉRIO DOS CAVALOS ALADOS (Megan Shepered)

Livro fofura do mês. Achei essa história super agradável de se ler, docemente magica, me lembrou um pouco A guerra que salvou a minha vida (tem resenha aqui). É um livro encantador para todas as idades.

O mistério dos cavalos alados conta a história de uma menina chamada Emmaline que mora no hospital  Briar Hill, comandado por freiras. O hospital (que já foi um palácio no passado) abriga várias crianças que estão doente, tudo isso em meio a Segunda Guerra Mundial. Emmaline não esta tão mal assim, então ela pode sair para brincar no jardim, pode correr e tentar levar uma vida o mais normal possível. Já a amiga Anna é a menina mais doente do hospital e não pode nem sair da cama.

"As pessoas caladas são misteriosas. Águas paradas são profundas"

Desde que chegou ao hospital Emmaline vê cavalos alados nos espelhos. Isso mesmo, ela olha através de um espelho (qualquer espelho) e consegue ver cavalos alados andando em um lindo jardim. É claro que ninguém acredita no que a menina diz ver, a não ser Anna que adora escutar as histórias da amiga.

Certo dia Emmaline briga com um menino do hospital e sai correndo rumo ao jardim do relógio de sol, um lugar onde as crianças não devem ir por causa das raposas que andam por lá. Mas Emmaline vai e acaba encontrando um lindo cavalo alado, na verdade uma égua alada que esta com a asa machucada. Emmaline fica sem saber como aquela égua conseguiu sair do mundo dos espelhos, mas fica encantada com ela e passa a ir lá com frequência, até que um dia ela encontra um bilhete do Lorde dos Cavalos.  No bilhete o Lorde conta que a égua se chama Lume de Luar e que esta sendo perseguida por um cavalo malvado chamado Corcel Negro que deseja mata-la. O Lorde pede que Emmaline proteja a égua alada.

"Este é meu segredo: existem cavalos alados vivendo nos espelhos do hospital Briar Hill"

O perigoso Corcel Negro tem um ponto fraco, ele não consegue enxergar cores, por isso a missão de Emmaline é fazer um escudo ao redor de Lume de Luar  usando as cores do arco iris para que o Corcel não consiga vê-la quando a lua cheia chegar e a noite ficar mais clara. Emmaline começa a procurar coisas coloridas para fazer o escudo, mas a missão não vai ser fácil, pois ela vive num mundo sem cores. Suas roupas, as coisas do hospital e até o clima (com fortes nevascas) é tudo cinza e branco, como essa garotinha vai encontrar cores nesse mundo cinzento?

Esse livro é uma delicia de ser lido, não tem como você não se apaixonar por Emmaline, por Anna e por Lume de Luar. Nos capítulos finais acompanhamos um pouco do passado de Emmaline e o final é meio controverso, tem gente que gostou, tem gente que não. Eu, particularmente gostei.

O livro não é grande e dá para ser lido em um ou dois dias, você termina a leitura com uma sensação gostosa em seu coração, vale muito a pena conhecer.

"Nosso mundo tem cores. Você só precisa saber onde procurar"

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Meu Deus! Que capa maravilhsoa! Simplesmente ameiiii! E o que falar do que vi sobre o livro na resenha? Me despertou curiosidade na leitura, parece ser daqueles livros tocantes, que quando terminamos, derramamos lágrimas feito rio e depois ficamos de ressaca literária.

    Abraços,
    https://jovemcigano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que livro mais gracinha e humano. O jeito como Emmaline se preocupa com sua amiguinha é tão lindo e de um carácter sem igual. Me emocionei ao ler sua resenha. Simplesmente linda. Parabéns

    ResponderExcluir