Resenha: A Rainha de Tearling (Erika Johansen)

A Rainha de Tearling é um livro que tem tido grande sucesso de público e que já teve seus direitos vendidos para o cinema. A trama vai virar filme em breve, com Emma Watson no papel principal.

Diante disso, eu estava bem ansiosa para ler o livro, mas devo confessar que me decepcionei um pouco. A história em si não é ruim, e eu amo historias medievais, o problema pra mim é que as coisas demoram muito pra acontecer, são páginas e mais páginas para se chegar a algum lugar.

A história gira em torno da princesa Kelsea, que esta voltando para Tearling para assumir o trono. O reino de Tearling já se encontrava envolvido em conflitos e antes da Rainha Elyssa morrer, ela envia sua filha Kelsea para ser criada em um lugar isolado, longe dos perigos que a cercam.  A princesa cresceu sabendo quem era, e foi educada para um dia assumir seu lugar no trono e governar Tearling.

Agora Kelsea esta com 19 anos e os leais guardas da Rainha vão busca-la para leva-la de volta a Tearling. O livro começa com a jornada da princesa para voltar a seu Reino, e no meio do caminho tem que lidar com pessoas querendo mata-la.

Desde que a Rainha Elyssa morreu, quem esta no trono é o irmão dela, tio de Kelsea. Ele sabe que a princesa esta viva e que com regresso dela, ele terá que sair do poder. É claro que ele não esta feliz com isso, e quer ver Kelsea morta o quanto antes.

Outra inimiga será a Rainha Vermelha, que comanda o reino vizinho. Logo quando chega a Tearling, Kelsea vê seu povo sendo colocado em jaulas para ser enviado a Rainha vermelha. Trata-se de acordo firmado a muito tempo, em troca da paz no reino, Tearling tem que enviar todos os meses uma remessa de pessoas que serão transformadas em escravos. Todos os meses é feito um sorteio, onde até mesmo crianças e bebês participam, os sorteados deverão ser entregues a Rainha vermelha e ela fará o que quiser com eles.  Kelsea acaba com isso logo que chega a Tearling, e é lógico que desperta a ira da Rainha Vermelha e terá que lidar com as consequências disso.

"Esperei muito tempo por você Rainha tear. Mais do que pode imaginar"


Esse é o primeiro livro de um trilogia, e como eu disse, a historia é boa, só achei que as coisas demoram demais pra acontecer, tem horas que literalmente dormi em cima do livro. Claro que tem horas que o livro engata, mas as vezes, principalmente no inicio a coisa é bem lenta. Enfim, pra quem gosta de historias medievais, com conflitos políticos, religiosos, com batalhas e esse tipo de coisa, A rainha de Terling é uma boa pedida.





Nenhum comentário:

Postar um comentário