Resenha: GOLEM E O GÊNIO (Helene Wecker)

Gente que livro maravilhooooooso. Viajei total. Eu amo esses livros que falam de mitologia, seres fantásticos de outras culturas etc. Mas como vocês já devem ter percebido, a maioria desses livros fala da miologia grega ou da mitologia egípcia. Golem e o Gênio foge a regra e nos apresenta a seres fantásticos da mitologia judaica e árabe, numa aventura que se passa na Nova Iorque no final do século XIX.  
Vamos a uma explicação rápida dos seres.

Na mitologia judaica, Golem é um ser feito de barro que ganha vida através de certas palavras mágicas e passa a obedecer seu dono em tudo. A lenda mais famosa é a do rabino Low ben Betzalel que na cidade de Praga do século XIV construiu um golem para defender a cidade contra os ataques antissemitas. Existem versões diferentes dessa lenda, mas em todas, no final o golem é tomado uma fúria assassina e se torna um monstro violento. A essência do golem é violenta, quando ele experimenta a raiva e o ódio fica impossível controlar suas ações mesmo com a palavra magica.

Na mitologia árabe, o Gênio é um ser feito de ar e fogo, mas que pode assumir formas físicas e vivem em um mundo invisível, paralelo ao nosso. O poder de um gênio é muito cobiçado e em várias culturas há historias de pessoas tentando capturar os gênios para que eles realizem seus desejos.

"Você deve aprender a julgar as pessoas por seus atos, não por seus pensamentos"

Em Golem e o Gênio, um bruxo é contratado por um comerciante para lhe construir um Golem. Porém o pedido é muito específico: ele quer um golem com a forma física exata de uma mulher. O bruxo aceita a encomenda e faz o pedido, o golem é criado de forma tão perfeita que ninguém irá dizer que não é uma mulher de verdade. O bruxo entrega ao comerciante a golem e as palavras magicas que a despertam. Quem despertar um golem se torna seu mestre, seu dono. Um golem consegue ler a mente de seu mestre e lhe obedecerá em tudo, um golem dá a "vida" por seu mestre.

O comerciante embarca numa viagem de navio para Nova Iorque, com sua golem ainda "dormindo" em uma caixa no porão, porém no meio da viagem ele resolve desperta-la. Ao dizer as palavras mágicas que o bruxo lhe deu, a golem desperta. Ela é uma replica perfeita de uma mulher e recebe o nome de Chava.

Ainda no navio, o mestre de Chava começa a passar mal e acaba falecendo antes mesmo de chegarem a Nova Iorque. Quando o navio finalmente atraca no porto, Chava não sabe o que fazer, não sabe para onde ir, ela perdeu seu mestre. Um golem precisa da ligação com um mestre, é essa ligação que mantém o controle sobre sua natureza violenta, mas Chava esta sem um mestre e começa a andar pelas ruas de Nova Iorque sem saber o que fazer, até que ela encontra um rabino. Ele logo desconfia que ela não é uma mulher de verdade,  que ela é uma golem. Chava diz que perdeu seu mestre, e o rabino decide dar abrigo a ela. Chava tem o poder de ouvir os pensamentos e desejos das pessoas, além de sua enorme força, característica de todo  golem

Em outro ponto da cidade de Nova Iorque vive Ahmad, um gênio que há muitos anos foi aprisionado numa garrafa e foi passando de mãos em mãos até chegar a Nova Iorque. A garrafa foi mandada para o conserto, mas o ferreiro Arbeely sem querer acaba quebrando a garrafa e assim libertando o gênio. Ahmad passou cerca de mil anos preso na garrafa e quando é libertado não tem ideia de onde esta, nem de quem o aprisionou. Ele esta aprisionado numa forma humana e isso é uma tortura para um ser feito de ar e fogo que tem espirito livre. Arbeely ajuda o gênio a entender o mundo atual e os humanos. Ahmad não perdeu todos os seus poderes, ele ainda consegue manipular o metal e assim ajuda Arbeely na oficina.

Enquanto a Golem deseja ter um mestre, alguém que lhe dê ordens, que lhe diga o que fazer, o gênio não suporta ser mandado, mas apresar de serem seres tão diferentes, eles tem algumas características em comum.

Tanto a Golem quanto o Gênio por não serem humanos não tem necessidades humanas, por exemplo, eles não precisam dormir ou se alimentar. Cansada de passar as noites sem fazer nada, Chava começa a fazer doces e eles são tão bons que o rabino consegue emprego para ela numa padaria. Porém quando o rabino morre, Chava fica perdida, sozinha de novo e começa a perambular pelas ruas de Nova Iorque, até que encontra Ahmad. Em pouco tempo Chava e Ahmad ficam amigos. Como não precisam dormir, os dois começam a passar a madrugada inteira caminhando pelas ruas de Nova Iorque.

De repente outro navio chega no porto, e dele desembarca o bruxo que criou Chava. Ele esta em busca de algo com que sempre sonhou: a vida eterna. Ele soube que o homem que encomendou a golem havia morrido no navio, e acha que ela não chegou a ser despertada, mas logo descobre que sim, ela foi despertada e esta por aí.  As vidas do bruxo, da golem e do gênio estão interligadas de uma forma que nem eles mesmo imaginam.

"Olhou para baixo, observando as ruas estreitas, e se deu conta de que a cidade também era um labirinto. E, como todos os labirintos, escondia algo valioso em seu coração. O que seria? Uma voz silenciosa sussurrou a resposta: vida eterna"

Em paralelo a historia dos dois, a autora volta ao passado para nos contar como e porque Ahmad foi aprisionado na garrafa. Nessas passagens somos transportados para o deserto árabe de mil anos atrás e a narrativa nos faz lembrar dos contos das mil e uma noites.

O livro é bem grossinho, e o inicio pode parecer um pouco lento, mas depois a leitura embala. Pra quem gosta de livros que falam de seres mitológicos esse é um livro sensacional. A autora também desenrola historias de personagens secundários e descreve um perfeito cenário daquela Nova Iorque na virada para o século XX. Os imigrantes, pessoas vindas de diversas partes do mundo buscando o sonho americano, tudo isso esta presente na narrativa dessa fascinante história, que inclui belas fotografias na Nova Iorque daquela época.



27 comentários:

  1. Oi,
    o livro parece ser bem bacana, não muito fã de mitologia de nenhum tipo, mas leria esse. Gostei bastante da premissa e acho que não teria problemas com a leitura, mesmo ele sendo bem grossinho a narrativa parece ser bem dinâmica pelo menos é o que tantos acontecimentos e reviravoltas me levam a crer.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. É um título que já esta na minha lista de desejados, desde que soube do seu lançamento, e depois porque só leio bons comentários, que me deixam ainda mais motivada e instigada para conhecer essa trama! Acho que irei adorar e não vejo a hora de ter meu exemplar em mãos!
    Boas leituras :)
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Li em vários blogs e assisti em vários videos de Booktubers a resenha desse livro, a maioria fala bem, me deixando ainda mais curioso e interessado em realizar essa leitura. Mal vejo a hora de poder ler e chegar nas minhas próprias conclusões!! O livro parece ser daqueles que nos fazem viajar através das páginas, assim como você disse ali no começo do post, adoro quando isso acontece.
    Adorei a resenha e amei seu blog. Beijão!!

    https://bloggmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Gosto de livros com seres mitológicos e tinha uma ideia um pouco diferente do conceito de Golem. Achei bem interessante e gostei muito da história. Apesar de ter o começo parado, parece uma ótima leitura. Vou anotar como recomendação. :D
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Adoro mitologia e árabe ainda mais. Fiquei querendo esse livro para mim. Não me lembro de ter ouvido falar dele antes, mas já me apaixonei. Assim que puder irei querer lê-lo. Parabéns pela resenha, faz qualquer um ficar curioso pelo livro, qualquer um que goste de literatura fantástica e mitologias, é claro! Bexitus!

    ResponderExcluir
  7. Apesar de ver algumas pessoas indicando o livro, nunca tinha parado para ler uma resenha a respeito dele, parece muito interessante visto que gosto bastante de mitologia e nunca li nada sobre Golem e gênios, gostei bastante. Uma curiosidade: o livro tem quantas páginas?

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Que legal! não sabia qual era a premissa do livro e fiquei curiosíssima agora depois da sua resenha! Não fazia ideia sobre o que se tratava.

    Eu amo livros sobre mitologia, principalmente grega/ nórdica e saber que essa é egípcia, bem diferente de tudo que já li, me deixou muito muito curiosa! Adorei sua resenha, já quero ler!

    Fora essa capa que acho sensacional!! a DarkSide arrasa muito nas edições!

    Beijos
    Jess

    ResponderExcluir
  9. Acho a capa deste livro muito bonita e caprichada. Essa coisa de voltar ao passado para melhor esclarecer algumas coisas me faz desejar ler o livro agora, porque eu amo quando o enredo é bem explicado. Espero poder ler o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu adorei a capa desse livro, e seria um título que compraria só pela capa rsrs
    Adorei o que escreveu sobre a história, sobre os seres mitológicos e um pouco de tudo que acontece na trama, com certeza será uma ótima leitura. Mesmo com o inicio um pouco lento, vou gostar da leitura desse livro.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oie! Eu ainda não tive a chance de ler a obra e, na verdade, nem sabia muito sobre o enredo, mas sempre me encantei pela capa e adquiri muita vontade de ler. Adorei sua resenha e fiquei curiosa para saber como a golem vai superar todas essas perdas, mesmo que ela não seja uma mulher de verdade. Fiquei muito curiosa para saber se isso afetou de alguma forma o lado emocional dela (se é que ela tem esse lado, é o que mais quero descobrir). Também quero saber sobre a ligação entre ela, o gênio e o bruxo e, principalmente, o que irá acontecer com os três. Parece ser uma leitura muito instigante mesmo!

    Beijos, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem?
    Ainda não havia ouvido falar sobre esse livro, só conhecia essa capa, que por sinal é LINDA.
    Adoro fantasia, então acho que iria amar conferir essa obra e me deliciar com esses seres fantásticos e essa protagonista mega misteriosa ♥

    ResponderExcluir
  13. Olá...
    Adorei a resenha!
    Não conhecia o livro, mas, amei seus comentários e fiquei super curiosa sobre tudo na história! Adoro tudo que envolve mitologia, então, a obra já ganhou ponto comigo... Gostei de saber também que o autor trabalhou bem nos cenários.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Hey, tudo bem?
    Ouvi muitos elogios para esse livro no booktube, mas não tenho vontade ler, pois acho a premissa dele confusa, pelo menos, até hoje não consegui me localizar completamente nela. É interessante, entretanto, que Golem e Gênio não tenham necessidades humanas e a autora parece ter trabalhado bem isso.
    Vou passar a dica, infelizmente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Antes de qualquer coisa, gostaria de dizer que capa desse livro é super linda. Fico encantada com ela sempre que vejo. Eu ainda não tinha tido a oportunidade de ler nenhuma resenha sobre ele, mas devo dizer que estou encantada pela trama que ele contém. Seus comentários me deixaram ainda mais curiosa e com muita vontade de ler. Super obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Eu estava super em dúvida em comprar esse livro, eu amo tudo que a Darkside lança, mas esse me deixou realmente em dúvida. Vi várias pessoas reclamando como você que o início da leitura é bem lento. Eu amo fantasia, e acho que o início lento é característica de todos esses livros, continuo bem confusa sobre a história, mas agora com certeza vou comprá-lo.

    Beijos e obrigada pela resenha.
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu também ADOROOOOOO livros que falam sobre mitologias e essas coisas. Achei a premissa do livro bem interessante, e se você indica pra quem gosta desse tipo de leitura então eu tenho certeza que vou gostar! Enfim, eu amei a sua resenha e a dica ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bom?
    O livro não chamou muito minha atenção por ser meio que uma fantasia, ainda que misture mitologia, que é algo que adoro. Se eu curtisse esse tipo de enredo com certeza leria para conhecer a mitologia judaica e árabe. Curti saber também que os personagens são bem desenvolvidos e que a obra é muito bem ambientada na Nova York do século XX.
    Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Nossa, que bacana. Eu nem sabia da existência de uma mitologia judaica e árabe, ouço mais falar na grega, egípcia e indiana.
    Esse não seria um livro que leria porque não curto o gênero. Mas é inegável a criatividade da história e isso chamou bastante minha atenção.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi
    Não sou muito fã de Mitologia, mas vez ou outro gosto de conferir livros diferentes. E esse me pareceu incrível.
    Confesso que não sabia que existiam mitologias árabe e judaicas e isso me fez ficar curiosa. Gostei das suas impressões e vi que vale a pena ler sim, mesmo com o início meio lentinho.
    Dica anotada!
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu tenho esse livro aqui em casa, mas ainda não o li, pois não costumo ler livros sobre mitologia e seres fantásticos, sabe? Mas o meu irmão leu e adorou, ele foi tão cativado quanto você, por essa razão eu pretendo ler esse livro algum dia. Bom, achei bacana saber mais sobre a obra através de sua resenha, parece ser uma boa leitura mesmo.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Oiee, tudo bem? A premissa desse livro é muito legal, e como gosto bastante de fantasia acho que iria adorar a leitura também :D Gostei muito da sua resenha e empolgação ao falar do livro, só me deixou mais interessada ainda!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oi.

    Quero muito esse livro, porque eu quero todos os livros da DarkSide. Ja Já ouvi falar muito dele e continuo ansiosa para lê-lo. Espero poder comprar e ler em breve. Não vejo a hora de mergulhar na história desse livro.

    ResponderExcluir
  24. Olá,

    Eu gosto muito de mitologias, porém esse livro não conseguiu despertar meu interesse. Sempre vejo as pessoas elogiando muito essa obra, no entanto não senti aquele feeling que me faz querer ler muito um livro. Mas, não podemos negar que a edição dele está incrível, a Darkside arrasa demais nesse quesito. Que bom que curtiu tanto a história e que achou a escrita da autora detalhista.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oie Amore...

    Não conhecia o livro mas já gostei do que vi por aqui...
    Adorei o quote selecionado, parabéns, resenha muito bem escrita!
    Só me preocupa um pouco pelo fato de você ter mencionado esse começo lento... isso me irrita!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  26. Oi!
    Eu tenho esse livro na minha estante parado há um tempão, mas dia 07 agora vou iniciar uma leitura coletiva dele e estou bem anciosa pra começar, pois amo a temática e ambientação do livro.
    Depois volto aqui pra te falar o que achei ;)

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, e adorei a sua resenha. Eu gosto de mitologia e essa me deixou mega curiosa, é bem diferente do que leio, porém gostei da proposta.

    Beijos
    Leitora Dramática

    ResponderExcluir