Resenha: A GAROTA DAS LARANJAS (Jostein Gaardner)

"Uma vez ou outra na vida, a gente precisa aguentar um pouco a saudade"

Que livro fofo de se ler. É sério gente, muito amorzinho esse livro. E ele é fininho, a leitura voa rapidinho, é uma delícia. A garota das Laranjas é um livro que certamente vai te emocionar.

Georg Roed, é um adolescente que perdeu o pai quando tinha apenas 4 anos de idade e quase não se lembra dele. Agora, aos 15 anos ele encontra cartas que seu pai lhe escreveu quando estava em  estagio terminal de sua doença. Georg começa a ler as cartas e através delas, conhecer o pai. 

O pai de Georg se chamava  Jan Olave e adoeceu quando o filho ainda era um bebê. No hospital, já perto do fim da vida ele resolve escrever cartas ao filho lhe contando sobre os ensinamentos da vida, sobre relacionamentos, sobre as garotas, enfim, tudo aquilo que um pai compartilha com o filho, mas que ele sabe que não terá tempo de fazer. Ele sabe que não conseguirá ver o filho crescer, acompanhar cada fase desse crescimento, estar presente, mas ele tenta se fazer presente através das cartas, que vão te fazer chorar algumas vezes.

"Muitas vezes tentei me imaginar aí no futuro, mas nunca consegui ter uma ideia, nem mesmo aproximada de como você é agora, na sua vida atual. A única coisa que sei, é quem você é. Só isso. Não sei sequer com que idade você esta lendo isto. Talvez tenha doze ou catorze anos, e eu, o seu pai, há muito estou fora do tempo."

Georg começa a ler as cartas e vai conhecendo seu pai, vai vendo que ambos tem muitas características em comum e se emociona com as histórias que o pai conta.  No meio dessas cartas, Jan Olave começa a contar ao filho como conheceu e se apaixonou pela garota das laranjas. O jovem Jan estava em um bonde quando viu uma garota carregando um saco cheio de laranjas. 

"Mesmo assim, recordo que no breve trajeto do bonde tive certeza absoluta que nunca mais esqueceria aquela garota. Não sabia quem era, nem como se chamava, mas bastou um olhar, o primeiro olhar, para que ela passasse a ter um poder incrível sobre mim"

Jan se apaixonou pela misteriosa garota das laranjas passou a frequentar a estação do bonde só para poder vê-la, falar com ela algumas coisas, geralmente uma coisa idiota. Jan era um jovem de dezenove anos na época, e ficava nervoso perto da garota por quem havia se apaixonado, ele não sabia o que dizer ou fazer, e é uma graça ver esse embaraço adolescente sendo relatado para o filho. Quando a garota vai embora, Jan começa a fazer de tudo para encontra-la.

A garota das laranjas é um livro que vai te fazer sorrir e chorar. É uma delicia de leitura, é um livro que te faz refletir sobre as pequenas coisas da vida. Coisas que a gente acha que não são importantes, até que elas sejam tiradas de nós.

"Não venha me dizer que a natureza não é um milagre. Não diga que o mundo não é um conto de fadas. Quem não percebeu isso, talvez só chegue a compreende-lo quando a história já tiver chegado ao fim".



15 comentários:

  1. Ola
    Ainda não tinha lido nada a respeito dessa obra, mas parece mesmo ser bem fofinho (inclusive a capa é linda) e de leitura rápida. Adoro quando podemos refletir em um livro e pelo que pude compreender essa obra se mostra muito especial né?! Fiquei bem curiosa quanto aos personagens, em especial pelos seus comentários que me deixaram bem motivada.
    Obrigada pela indicação, espero poder conferir também!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Adorei a premissa do livro parece ser um livro bem fofinho e emocionante. Não sabia nada dessa obra mas a sua resenha me deixou motivada para a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!
    Sempre ouço falarem bem do Jostein Gaarder, mas até hoje li apenas um de seus livros (A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken). Não é tão famoso/aclamado quanto O Mundo de Sofia, mas me diverti muito durante a leitura.
    Já tinha visto esta sua outra obra em algum lugar antes, mas não me interessei em saber do que se tratava. Sua resenha me foi muito informativa e atrativa, pretendo me emocionar com essa bela história o quanto antes.
    Abraços.

    Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Tinha visto esse livro, mas confesso que não havia me interessado de cara. Mas suas impressões me empolgaram muito! Gosto de livros que nos proporcionam essa montanha-russa de emoções.
    Sem falar nas personagens que me pareceram incríveis.
    Esse livro já foi para minha lista, ok!
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia a obra, mas infelizmente não faz o meu tipo de leitura, mas indicarei ele para uma amiga que ama livros assim, ela com certeza irá amar essa história! E fico feliz que tenha se emocionado com o livro, tirando a capa que não nego é muito bonita!

    Bjss

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Parece ser um livro tocante! Adorei sua resenha, vou procurar por ele.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem?
    Cara, parece ser um livro muito lindinho MESMO! Já foi pra lista de desejos da amazon.
    Achei uma graça e bem emocionante o fato de um pai deixar cartas para acompanhar de certa forma o crescimento do filho, deve fazer chorar em várias cenas.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ana!
    Antes de qualquer outra coisa: que capa linda! Fiquei apaixonada :3
    Sempre acho muito legal as narrativas que trazem cartas de um parente mais velho contando sobre coisas da vida para alguém mais novo. Pela sua resenha, o livro me pareceu bastante delicado, principalmente ao trazer esse contexto de morte do pai e posterior encontro das cartas. Super anotei a dica, porque agora quero ler e ver como acaba essa história com a garota das laranjas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. oie, que legal, eu sempre ouvi falar nesse livro, mas nunca tive interesse em ler, ma com sua resenha e o relato do que se trata, acabou de entrar para a lista de leituras a serem feitas em breve, e espero gostar tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Não tive uma boa experiência com o autor quando li O MUNDO DE SOFIA, mas, ao ler sua resenha dessa obra me animei bastante a realizar a leitura! Gostei bastante dos pontos levantados por você e o fato de ser uma leitura que te faz refletir sobre as pequenas coisas da vida me empolgou ainda mais <3
    Dica anotada!
    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro e, num primeiro momento, pensei que tratava-se do livro "Meu pé de laranja Lima". Fiquei contente por conhecer suas impressões e por saber que é um livro que migra entre sentimentos extremos bem.
    Fiquei intrigada para saber como as coisas acontecem e vou anotar a dica, sem dúvidas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito de indicação de livros, pois como tempo curto não consigo passar um bom tempo (como antes) numa livraria para escolher.
    Achei interessante pois aborda assuntos que chamam a atenção, vou guardar esse nome ...
    Bjos 👍

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas me pareceu uma leitura bem leve e rápida. Achei o título bem interessante, acho que seria uma leitura que me agradaria. Dica anotada para ler assim que puder!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Imagino que deva ser mesmo uma leitura bem sensível e emocionante, pois um garotinho conhecer o pai através de cartas que ele escreveu enquanto estava morrendo deve trazer um sentimento muito forte ao leitor.
    Com certeza é algo que eu leria pois fiquei bem curiosa para conhecer o pai do menino

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, mas fiquei muito empolgada para fazer a leitura. Adoro livros que me fazem chorar e sorrir. Só pela sua resenha deu para ver que o livro tem uma carga emocional muito grande. Amei a sua resenha e vou anotar a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir