Resenha: O HIPNOTISTA (Lars Kepler)

"Não entre se tem medo de pesadelos"

Um triller sensacional para quem tem estômago para histórias sangrentas. O hipnotista é o primeiro livro de uma série do detetive Joona Linna, mas as histórias desses livros não estão relacionadas.

A história de O Hipnotista começa com uma família sendo brutalmente assassinada. Mãe, pai, a filha criança e o filho adolescente foram esfaqueados e mutilados, mas o adolescente conseguiu sobreviver. O menino de 15 anos chamado Josef Ek levou mais de 100 facadas e  por milagre não morreu.

O detetive Joona Linna é o encarregado de investigar o caso e encontrar o assassino, o problema é que sua única testemunha, o menino Josef, esta internado em estado grave no hospital, além de todos os ferimentos causado pelas facadas, ele esta em estado de choque e não se lembra nada daquela noite.

Josef tem uma irmã mais velha, que não morava com eles e por isso não foi atacada, mas todas as investigações apontam que o assassino estava tentando exterminar a família, e é bem provável que ele volte para completar o serviço. A vida dos irmãos corre perigo e o detetive Joona precisa encontrar o assassino antes que seja tarde demais. É aí que ele resolve chamar o Dr. Erik Maria Bark, um psicologo hipnotista.

O Dr. Erik é um especialista em pacientes traumatizados e costumava usar a hipnose em suas sessões, porem ele não usa esse método há cerca de 10 anos. Devido a um acontecimento que ocorreu no passado o psicologo jurou a si mesmo que nunca mais iria usar a hipnose. Joona tem certa dificuldade em convencer o Dr. Erik a abrir uma exceção, mas consegue e ele começa a hipnotizar Josef para  fazer o menino se lembrar do que aconteceu naquela noite. Ao fazer isso, o passado de Erik volta para assombra-lo e coloca ele e sua família em risco. Benjamin, o filho do Dr. Erik é sequestrado e as revelações de Josef durante a hipnose mostra que os dois casos podem estar relacionados.

O livro mistura duas tramas, uma no  presente e outra no passado. De um lado temos o detetive Joona e o Dr. Erik tentando descobrir quem é o assassino e qual o motivo dele querer matar toda uma família. Do outro lado acompanhamos o passado do Dr. Erik para descobrir porque ele jurou não usar mais hipnose e o que isso pode estar relacionado com o sequestro de seu filho.

Os capítulos se intercalam, passado e presente, e a narrativa vai te deixando mais e mais curiosa  a cada capitulo. É um desses livros que você começa a ler e não consegue parar porque quer saber o que acontece no final, quem é o assassino, que relação ele tinha com a família e qual o passado do Dr. Erik.

Eu adoro histórias de suspense, por isso gostei bastante desse livro, mas devo destacar que ele é bem violento, as cenas são descritas de forma que chega a embrulhar o estomago, então esteja preparado quando for iniciar essa leitura. Uma coisa que me incomodou um pouco é que o detetive Loona não aparece tanto, quando li a sinopse achei que ele seria o protagonista, tipo um Sherlock Holmes, mas não é. De qualquer forma é um bom livro e que já virou filme.

Os outros livros com do detetive Joona Linna são:
- O executor
- O vidente
- O Homem da areia
- Stalker - o regresso do hipnotista

Não li nenhum desses ainda.

2 comentários:

  1. Que legal , me parece ser um livro muito bom , deve ser ótimo vou procurar ler também beijos sucesso

    ResponderExcluir
  2. Ameii,parece ser bom, vou colocar na minha lista.

    ResponderExcluir